Imagem

A passagem irremediável do tempo

Quando alguém adquire uma certa idade, toma consciência de muitas coisas. Antes de tudo, a infância é um dos melhores estágios que existem sem preocupações e onde tudo o que importa é se divertir com os amigos. Além disso, na adolescência, percebe-se que o amor não é tão bonito quanto o pintam e que, mais cedo ou mais tarde, desapontamos justo com quem idealizamos completamente.

Finalmente, quando você atinge uma certa maturidade, também percebe que há muitos colegas para passar festas, mas os amigos que estão ao seu lado quando você realmente precisa deles, são poucos.

Não resta mais que aceitar a situação
Mas bem, como tudo na vida, a passagem do tempo tem sua parte boa, todas essas situações nos ajudam a nos conhecer melhor, a amadurecer e, principalmente, a tentar não cair nos mesmos erros. E você? Você sente a passagem irremediável do tempo? Bem, não se preocupe, porque isso acontece com mais de 6.000 milhões de pessoas no mundo.

Quando você atinge uma certa idade, percebe que está começando a ficar “velho”. Mas isso é completamente irremediável. Então, por que não aceitar melhor a situação? Todas as idades têm seus estágios bons e ruins e, portanto, o melhor é ser otimista. Valorizar o seu tempo, tendo como prioridade alcançar os seus sonhos, estabelecendo metas e objetivos bem definidos. Sem esquecer de celebrar cada conquista, desde as pequenas até as maiores.

Dessa maneira, fazendo coisas diferentes e estabelecendo novos objetivos em sua vida, você realmente perceberá que está vivo . E acredite em mim: não há presente melhor na vida do que isso. Em resumo, certifique-se de que se você cuida do “seu tempo” e sabe como deixá-lo passar , certamente será um momento inesquecível. E assim foi dito, pelo ator mítico do século XX, Charles Chaplin: “O tempo é o melhor autor: ele sempre encontra um final perfeito.”

Fonte: lamenteesmaravillosa.com

Imagem: Luis Quero

*Texto traduzido e adaptado com exclusividade para o site Natthalia Paccola. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *