Imagem

MITOS DA MULHER INDEPENDENTE: VAMOS ABRIR A CABEÇA?

Outro dia li uma crônica do escritor Carpinejar – que muito admiro – mas devo dizer que, dessa vez, discordei do sensível gaúcho. O texto começa assim: “Tenho amigas lindas, inteligentes, divertidas e independentes sem namorado. E sabe por que elas estão sem namorado? Porque são lindas, inteligentes, divertidas e independentes. O homem ainda tem medo da mulher com autonomia. Da mulher que não dependa dele financeiramente.” Ok, ok, ok. Vamos com calma aí! Esse é um assunto polêmico e eu, como escritora, mulher, independente & feminina quero mostrar o meu ponto de vista sobre o assunto.

Primeiramente, não gosto (e não quero) colocar os homens no mesmo balaio. Existem homens. E homens. Ou melhor: homens e meninos. Ou até destrinchando mais e sendo menos rotuladora: cada um teve um tipo de criação e um modelo masculino a seguir. Então, o caso aqui não é discutir quem é melhor ou pior. Mas – sim! – mostrar que, ao contrário do que Carpinejar afirma, existem no mundo caras com a cabeça aberta o suficiente para aguentar o tranco de ter uma mulher com autonomia ao seu lado.

Aí, você – que mata um leão por dia – me pergunta: AONDE? Bom, devo ser solidária e dizer: FÁCIL, minha amiga, não é. Ainda vivemos numa sociedade camufladamente machista e ter ideias próprias ainda assusta muito grandalhão. Eu já namorei com caras que se diziam super “modernos” e que, no fundo – ou, por trás dos piercing, tatuagens e all stars -, tinham ideais de amor pra lá de ultrapassadas.

É… De perto, quase ninguém é o que – de fato – parece. Mas o assunto aqui não é esse. Pela experiência que tive e, também, pelo que percebo na maioria dos namoros/casamentos de hoje em dia, a mulher independente (por uma infinidade de fatores) tem uma probabilidade maior de ter uma relação mais satisfatória, em todos os aspectos. QUER SABER POR QUÊ? Ora, bolas, porque elas não precisam. Nós não PRECISAMOS. Apenas queremos alguém com quem possamos COMPARTILHAR, dormir abraçado, trocar beijos, ideias, sonhos e conhecimentos.  Eu não tenho nada contra “Amélias” (cada um sabe de si), mas definitivamente não nasci com o dom de depender de ninguém. E muito menos de ficar de boca fechada. Por isso, escrevi esse texto. Para acabar de vez com esse mito demodê de que “mulher moderna acaba sozinha”.  MULHER INDEPENDENTE ACABA É FELIZ. (E muito bem acompanhada, por sinal!).

Por: Fernanda Mello

Compartilhar

7 thoughts on “MITOS DA MULHER INDEPENDENTE: VAMOS ABRIR A CABEÇA?

  1. Andréia Farias says:

    Adorei seu texto e concordo, ser independente é muito bom e o espírito fica mais livre,sem aquela carga de depender do outro,mas isso é a minha opinião!

  2. Hugo de Paiva Teixeir says:

    Natália e Fernanda , o que está faltando são homens de verdade , adultos , livres e que não tenham medo da liberdade , independencia e felicidade do outro.

  3. Renata Mendes says:

    Sinceramente acho que mulheres lindas, divertidas, inteligente e independentes estão sem namorado justamente por serem lindas, divertidas, inteligentes e independentes e não porque não são aceitas pelos homens, na minha opinião são elas é que não querem o que tem por ai ou aprenderam a se divertir sem compromisso e sem pressa de achar “o cara”. Para essa mulheres eu dou uma única dica, se o relógio biológico bater à sua porta, tenham filhos de uma forma linda, divertida, inteligente e independente, pois é o único ponto, que as vezes, vejo nebuloso no perfil das mulheres lindas, divertidas, inteligente e independentes com mais de 45 anos.

  4. Flávio says:

    Um assunto destes ainda debatido nos dias de hoje. O ser humano parece que não evolui nunca!
    A felicidade não está na independência ou na submissão, mas sim em aceitar o próximo.
    Sendo a mulher Amélia ou independente ela tem que ser amada e respeitada, mas uma minoria vêem a independência como sinal de poder da mesma forma com que o machista vê a Amélia, sendo assim, estes dois últimos se merecem.

  5. Cris says:

    Casei com uma mulher linda, inteligente, forte é independente. Eu sempre tive fortes convicções mas nunca esperei muito da vida e em contraste com uma mulher que sabe exatamente o que quer chocamos muito um com o outro.
    Ela tem uma personalidade muito forte e se por um lado gosta de ter alguém também muito forte ao lado dela, por outro adora liderar e ser o centro das atenções.

    Ter uma mulher destas como companheira não é para quem quer, é para quem pode!

    …e com isto já insuflei o meu ego mais um pouco. 😉

  6. Camila says:

    Vc escreveu tb um mito sobre “Amélias”. Não é pq dependem financeiramente do marido que aguentam coisas e ainda mais de boca calada. Sou dependente financeiramente do meu marido, porém tenho toda a liberdade para qquer coisa que queira fazer. Recebo mesada e faço a compra que eu quiser. Aliás, o fato de não precisar mais trabalhar matando um leão por dia me deu liberdade para escolher um novo rumo profissional, muito mais bem feito e que me realiza muito mais. Poder trabalhar sem pensar em quanto preciso ganhar me possibilita trabalhar por amor. E a dependência financeira é apenas um mero detalhe. Quanto ao mito de homens não tolerarem mulheres independentes, acredito que as mulheres colocam os motivos das relações não terem daso certo em cima desse conceito. Mas todo mundo sabe que as coisas não são simplesmente isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *