Imagem

Diferenças entre psiquiatria, psicoterapia e psicanálise

Jorge Forbes fala neste bloco do programa “Por Dentro da Mídia”, gravado em 18/04/2008, sobre a ação da psicanálise e as diferenças entre a psiquiatria, psicologia e psicanálise.

Assista ao vídeo e entenda as diferenças entre psiquiatria, psicologia e psicanálise:

Compartilhar

8 thoughts on “Diferenças entre psiquiatria, psicoterapia e psicanálise

  1. Ana Maria says:

    Gostei da explanação, porém tenho uma questão simples em relação ao que Dr Forbes coloca sobre os psicólogos. Penso ser reducionista quando diz que eles fazem terapia comportamental… Identifico muito do trabalho terapêutico realizado pelo psicólogo na sua fala sobre o analista. Talvez fosse interessante rever a forma da explanação, pois sabemos que o ouvinte nem sempre tem a escuta adequada para esta fala. Em minha opinião ele continuará equivocado…

  2. Valdenia Rosa says:

    Muito boa reportagem, mas precisaremos se uma explicação mais ampla acerca da psicologia, que é um campo do saber muito mais vasto e precioso para ser pouco explicado. Outra observação seria o corte feito no vídeo numa hora que seria muito esclarecedora. Senti falta da resposta do do Dr. Forbes, embora possam argumentar a fuga do tema.

  3. Marcia Regina says:

    Concordo com a colcoação da Ana Maria, a definição de psicólogo foi Simplista e confusa, entendo é a visão de psiquiatra ou psicanalista.

  4. Willian says:

    Acredito que a explicação sobre “Psicólogo” foi bastante “sem valor”, ora pela comparação como algo limitado, ora pelo “só 5 anos de estudos” – seguido de um suspiro.

    A fala foi feita com “estigmas pessoais”, dando crédito apenas a psicanálise, não concordo, a psicoterapia é tão importante como a psicanálise.

  5. Adriana says:

    O psicólogo foi menosprezado aí, a começar pela definição de um curso de 5 anos, recente – com início nos meados do século passado, extraído da Filosofia – e senti uma pitada de sarcasmo quando falou da psicologia experimental, que se dedica até a estudar formigas, como quem diz que valor tem isso? E como se fosse um profissional que só procurasse se aprofundar no estudo do comportamento, como um mero pesquisador, um curioso, que não se envolvesse com o processo do paciente, seu sofrimento e sua responsabilização da mesma forma que o psicanalista.

  6. Silvia Siqueira says:

    Existe uma tendência a querer colocar o trabalho do Psicólogo como um simples coadjuvante e também como um mero procedimento. Em alguns planos de saude a especialidade psicologia/psicoterapia vem classificada como procedimento . O Psicólogo trata da dimensão subjetiva do individuo, do sintoma. e da elaboração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *